#Nostalgia: O inconfundível Cheiro de Cravo e a Cor de Canela de Gabriela








A coluna #Nostalgia tem o intuito de relembrar grandes livros que eu li já faz algum tempo e que me marcaram, ou ainda, livros antigos ou clássicos que eu li recentemente e merecem destaque.





O livro que estrela o primeiro post da #Nostalgia é nada mais do "Gabriela, Cravo e Canela", grande clássico brasileiro, escrito por Jorge Amado. Devo começar confessando que sou um grande fã do autor e admiro demais o trabalho dele. Ele é realista sem perder o lado lúdico, tem com uma narrativa incrível, entre outras coisas.


Aos que não sabem, que devem ser poucos, Gabriela já se tornou uma personagem mitológica brasileira. Que ficou conhecida pelo grande público ao virar novela em 1975, como Sônia Braga no papel principal. A novela virou um clássico e tornou conhecida a beleza e a sensualidade da moça do cheiro de cravo e da cor de canela. Atualmente, o livro ganhou mais uma versão televisa. Onde Juliana Paes vive a personagem-título. A novela é uma forma da Rede Globo comemorar o Centenário de Jorge Amado, que completaria 100 anos se estivesse vivo. Em breve, haverá comemoração desse centenário aqui no blog também.

Sobre o livro, é uma literatura tipicamente brasileira, onde Jorge faz uma crônica de uma típica cidadezinha do interior do século XX. Apesar do título, Gabriela é quase coadjuvante na história, porque a cidade de Ilhéus é a grande protagonista. É ela que está no papel principal, onde o autor discute aspectos da sociedade daquela época, costumes e pensamentos. Que não mudaram muito desde então, vale ressaltar. As ideias parecem medievais e são, mas mesmo nos dias de hoje há gente que pensa assim.

Eu não indico "Gabriela" para aqueles leitores mais agitados, que gostam de emoções o tempo todo. A história do livro é lenta e tudo demora pra acontecer bastante. Eu sou dos mais agitados também, mas tudo no livro é narrado com tanta maestria e de um jeito que chama o leitor pra perto, que eu me deixei levar e nem liguei em ficar alguns capítulos sem saber da Gabriela ou do Seu Nacib, par romântico dela.
 
Eu já ouvi muito por aí falarem o quando Jorge Amado é chulo, de quanto ele abusa da sensualidade e blablablá...  Pra mim, ele apenas retrata o povo brasileiro, sem máscaras ou disfarces. Se ele é chulo, o Brasil todo é chulo... E exatamente por isso que existe tanta sensualidade nas obras de Jorge, o povo brasileiro é sensual e não dá pra negar isso. Jorge não abusa disso, não é nada exagerado, a sensualidade é bem dosada e nada se torna gratuito no livro. Digo isso com base em "Gabriela" apenas.

Termino dizendo que "Gabriela" é mais uma obra prima de Jorge Amado, um romance tipicamente brasileiro. Se você adora este país tropical e suas peculiaridades eu te indico este livro, ou ainda mais, se você quer conhecer mais o Brasil interiorano do século XX, "Gabriela" também é uma ótima pedida.

Conheça a sinopse completa do livro e outros detalhes no Skoob.



¡Compártelo!

4 comentários:

lele tapias

Eu adoro!!! E não é nada chulo.
É brasileiro puro!! Tem a pegada brasileira!!!
Recomendo!!
Adorei a idéia deste post!!!

Parabéns!!

Bjkas

Leo Antan

Extamenteee!! Mas eu já vi cada coisa sobre o Jorge, que viu? Bem tenso. Fico feliz que tenha gostado da nova coluna! Em breve terá novos post!

Obrigado.

Bjs

Sheylla

Eu sonho em ler Jorge Amado!!
O que é uma vergonha pra mim, ser baiana e ainda não ter lido uma obra prima desse gênio!! ( Ilhéus é aqui 'pertinho').
Infelizmente os livros são caros... Pretendo ter todos um dia...
Vou procurar algum livro dele na biblioteca da cidade!

Dizem que a linguagem é bem ''popular''. rs
Tem gente que não gosta, mas eu não me importo tanto. Ao contrário, acho até engraçado, as vezes. Mas nada exagerado.

Ótimo post.

Beijo

Leo Antan

Pra vc que é baiana, com certeza, vai amaaaaaar! Bibliotecas são ótimas opções, eu já frequentei muito tem outros tempos. Por aí com certeza deve ter coisa dela... A linguagem é bem popular mesmo e muito divertido! Eu pelo menos adoro!1

Obrigado pelo cometário e elogio!

Bjs

Postar um comentário

Buscar

 

Já passaram por aqui:

O que fez sucesso

A Paulicéia Desvairada Copyright © 2011 | Tema diseñado por: compartidisimo | Con la tecnología de: Blogger